07/01/2010 – Aids matou mais que dengue e gripe suína na Bahia

502
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Foco excessivo nas epidemias de dengue e gripe H1N1 deixa para segundo plano campanhas de massa para prevenção de Aids

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia disponibilizou em seu site um banco de informações sobre Aids que indica que em 2009 houve 787 novos casos e 86 mortes por Aids em adultos, destes últimos, 20 só em Salvador. O número de novos casos é 30% menor em relação ao de 2008, que foi de 1.136 casos; mesmo com a baixa, o número de óbitos por Aids é maior do que o de casos de dengue e gripe H1N1 (também conhecida como gripe suína).

Até o final de janeiro o Programa Estadual de DST/Aids deve lançar a campanha de prevenção a doenças no verão e Carnaval. As ações educativas de prevenção de Aids e DSTs serão realizadas não apenas no circuito do Carnaval, mas em aeroportos, rodoviárias e portos, de forma independente à campanha do Ministério da Saúde.

A prevenção de Aids na Bahia contará também com o Bloco da Camisinha, uma iniciativa da Fundação Oswaldo Cruz, ligada ao Ministério da Saúde. O bloco irá distribuir cerca de 10 mil camisinhas e, por adotar uma política de inclusão social, será aberto a quem quiser participar.

Leia a matéria publicada em A Tarde, de Salvador.

Compartilhar: