Gravidez forçada é tortura, protestam mulheres pró-aborto em hospital do PE

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Universa | 16/08/2020)

Depois que a militante de extrema-direita Sara Winter divulgou o local em que uma criança de 10 anos vítima de estupro estava internada para realizar um procedimento para interromper legalmente a gravidez, um hospital em Recife virou palco de protestos de grupos religiosos contrários ao aborto e de mulheres em apoio à decisão da menina. A menina de 10 anos que mora no Espírito Santo foi levada ao Recife após ter o pedido negado pelo Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes, em Vitória, apesar de autorização da Justiça. As mulheres do Fórum de Pernambuco gravaram um vídeo em frente ao hospital. O protesto foi feito em forma de jogral, com frases em defesa do direito da menina.

Acesse o artigo completo no site de origem.

Compartilhar: