Viva Maria: ONU Mulheres aponta violações em tempos de Zika

912
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Radioagência Nacional, 02/03/2016) Com força, raça e fé, tema musical que há quase 35 anos inspira as edições do nosso Viva Maria, esperamos que a partir dessa  estreia,  que marca um novo momento na vida do nosso programa,  possamos enfrentar melhor as ameaças que pairam sobre a vida de todas nós mulheres por causa desse mosquito que é um velho conhecido de todos nós: o Aedes aegypti, causador da dengue, chikungunya e Zika, que representa uma séria ameaça às Marias em idade fértil que sonham com a maternidade.


Até onde a ciência caminhou e garante, a  Zika, é a grande responsável  pela epidemia de microcefalia em fetos. Sem falar de seus desdobramentos já que desde a última segunda- feira, foram anunciadas por especialistas  novas evidências de que o vírus da Zika pode estar relacionado a casos de Guillain-Barré.

Uma síndrome que afeta o sistema nervoso e pode provocar fraqueza muscular e paralisia – geralmente temporária – dos membros. Por tudo isso estamos diante de uma situação  crítica e queremos compartilhar nossas apreensões com a diretora regional da ONU Mulheres para a América Latina e o Caribe, dra Luiza Carvalho.

Apoio: ONU Mulheres, Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM).

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira.

Acesse no site de origem: Viva Maria: ONU Mulheres aponta violações em tempos de Zika (Radioagência Nacional, 02/03/2016)

Compartilhar: