Nota de repúdio CNDM – assassinato de líder camponesa

739
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(SPM, 19/08/2015) O Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) vem a público manifestar sua indignação e repúdio à violência e à criminalização que nós mulheres e os movimentos sociais têm sofrido, afrontando a todas nós. Enquanto milhares de Margaridas estavam nas ruas, em Brasília, lutando por democracia, liberdade, igualdade e justiça, mais uma companheira foi brutalmente assassinada em razão de sua incansável luta em defesa da terra. Maria das Dores dos Santos Salvador, do município de Iranduba (AM), conhecida como Dona Dora, é mais uma vítima da violência no campo.

Calaram a voz de mais uma Margarida, mas nós não nos calaremos diante dessa selvageria e nos somamos a todas que clamam por Justiça.

Leia mais: Conselho Nacional dos Direitos da Mulher reúne-se em Brasília (SPM, 20/08/2015)

Brasília, 19 de agosto de 2015

Conselho Nacional dos Direitos da Mulher

Acesse no site de origem: Nota de repúdio CNDM – assassinato de líder camponesa (SPM, 19/08/2015)

Compartilhar: