Só 17% das chapas eleitorais para prefeitura de capitais são lideradas por mulheres

Compartilhar:
image_pdfPDF

Na 1ª eleição municipal após TSE definir cota mínima de financiamento para candidaturas femininas, 44% das chapas para prefeito nas capitais são compostas só por homens.

(Huffpost| 29/09/2020 | Por Marcella Fernandes)

Na primeira eleição municipal após o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) definir uma cota mínima de financiamento para candidaturas femininas, a chance de uma prefeita ser eleita ainda é baixa. Das 316 chapas que disputam a prefeituras de 26 capitais, apenas 55 (17,4%) são lideradas por mulheres, de acordo com levantamento feito pelo HuffPost Brasil com dados da Justiça Eleitoral. Em 3 cidades – Manaus (AM), Belém (PA) e São Luís (MA) – todos os titulares são homens.
Em 138 chapas (43,7% do total), ambos os candidatos são do sexo masculino e em 123 (38%), o nome feminino é de vice. Só 12 chapas (3,8%) são compostas por duas mulheres.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: