Propostas e compromissos [email protected] [email protected] [email protected] com a Agenda Feminista, a equidade de gênero e os direitos das mulheres

819
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(CFEMEA, 27/11/2014) Em nosso texto de análise das eleições, indicamos que a nova legislatura do Congresso Nacional é considerada a mais conservadora desde 1964. Ao passo que parlamentares [email protected] a causas sociais caíram de 83 para 40 representantes, parlamentares [email protected] [email protected] a agendas políticas militares, religiosas e ruralistas ampliaram sua presença no Legislativo federal. Na Câmara, o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – DIAP indica que haverá pelo menos 82 [email protected] federais na bancada evangélica, até 70 [email protected] na Frente Parlamentar da Agropecuária e pelo menos 20 [email protected] [email protected] à “bancada policial”, defensora de uma segurança pública opressora. Tal configuração, ainda segundo o DIAP, representará obstáculo para as pautas dos movimentos sociais e a qualquer agenda progressista.

Acesse aqui o documento PDF: Análise das eleições – Propostas e compromissos [email protected] [email protected] [email protected] com a Agenda Feminista, a equidade de gênero e os direitos das mulheres

 

Compartilhar: