80% das mulheres negras e empreendedoras não têm reservas para enfrentar a crise

204
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Pesquisa do Instituto ID_BR aponta que situação financeira e inseguranças diante da pandemia afetam também saúde mental

(HuffPost | 27/07/2020 | Por Andréa Martinelli)

Diante das incertezas econômicas que a pandemia do novo coronavírus impôs, cerca de 80% das mulheres negras e empreendedoras não têm reservas financeiras para enfrentar a crise. Entre as que têm emprego formal, 77% tem medo de ficar desempregada. Os dados são da pesquisa realizada pelo Instituto Identidades Brasil (ID_BR), divulgado nesta segunda-feira (27).A pesquisa “Saúde financeira de mulheres negras em tempos de covid-19” foi realizada em duas fases. A primeira, em abril, e a segunda, em julho. No total, foram ouvidas 369 mulheres em 22 capitais, além do Distrito Federal. Em ambas as fases, houve parceria com a Faculdade Zumbi dos Palmares e as empresas Empodera e Empregueafro, de inclusão racial no mercado formal.O estudo pontua que mulheres negras correspondem à maioria da população brasileira, cerca de 60 milhões de pessoas, segundo o IBGE (Instituto de Geografia e Estatística) e que elas são em 50% mais vulneráveis do que mulheres não brancas, segundo o IPEA (Instituto de Pesquisas Aplicadas).

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: