A nova armação das redes bolsonaristas para insuflar o ódio contra Debora Diniz

Compartilhar:
image_pdfPDF

Contas de apoiadores do presidente e ele próprio tiram frase de colunista do EL PAÍS de contexto para parecer que ela apoia pedofilia. Antropóloga é alvo de novas ameaças de morte após jornal paranaense publicar notícia distorcida

(El País | 08/02/2021 | Por Gil Alessi)

A operação para distorcer um trecho de uma postagem feita pela antropóloga e colunista do EL PAÍS Debora Diniz na rede social Instagram na última quinta-feira colocou a pesquisadora como alvo de de grupos bolsonaristas atiçados pelo próprio presidente, o que fez com que ela recebesse, de novo, ameaças, inclusive de morte. “Débora Diniz acusa Bolsonaro de ‘perseguição a pedófilos”, dizia a chamada feita pelo jornal paranaense Gazeta do Povo e compartilhada na Internet pelo mandatário e por seus filhos. O destaque era ao título e não ao texto e, propositalmente, nem ao contexto da frase. O jornalista esportivo Milton Neves foi na onda do presidente, e comentou no post de Bolsonaro: “Melhor que isso só acusação de ter mandado pedófilos para o inferno no tacho do capeta”.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: