Aplicativo contra a violência de gênero chega à América Latina

1072
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(El País, 12/09/2015) Segundo dados do Instituto Médico Legal, de 2010 a 2014, 680 mulheres foram assassinadas, outras 16.300 violentadas sexualmente e mais de 53.000 agredidas fisicamente em Bogotá. A rua é um dos cenários mais hostis para elas. Ao menos é o que registra o Safetipin, o aplicativo digital que permite desenhar a rota que Mendieta percorre a cada noite, a partir das informações que os moradores da cidade registram. Carlota Alméciga Romero, encarregada do projeto, conta que essa é a primeira vez que uma cidade latino-americana busca por meio de fotos e de um aplicativo os lugares mais perigosos. “Nos unimos a Nairóbi e a Nova Délhi porque, apesar de sermos tão diferentes, temos em comum a violência contra as mulheres”. Quatro motoristas (dois deles taxistas) vão percorrer 4.000 quilômetros na capital colombiana até o fim do projeto. Milhares de fotos serão analisadas e será possível saber o que falta à cidade para dar segurança às mulheres.

Leia mais: 6 aplicativos que ajudam mulheres a se proteger contra violência (Super Interessante, 14/09/2015)

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Aplicativo contra a violência de gênero chega à América Latina (El País, 12/09/2015)

Compartilhar: