‘Não há desculpa. E deve haver tolerância zero’, diz vice da ONU sobre violência de gênero

Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU |

Em meio ao aumento da violência contra mulheres e meninas em todo o mundo – incluindo o estupro –, a vice-secretária-geral das Nações Unidas, Amina J. Mohammed, enviou uma forte mensagem nessa segunda-feira (22) alertando para o frequente hábito de culpar as vítimas da violência de gênero. Na mensagem em vídeo, Amina pediu que os homens e meninos se tornem aliados no enfrentamento desse tipo de violência.

“Muitos incidentes provocaram indignação generalizada. No entanto, alguns continuam tentando jogar o mesmo jogo de sempre: o jogo da culpa. Culpam a pandemia de Covid-19. Culpam o estresse social e econômico. Culpam a incerteza. Escandalosamente, até mesmo, culpam a vítima. Geralmente uma mulher ou, pior ainda, uma menina. Culpam qualquer coisa, tudo, menos o agressor”, disse a vice-chefe da ONU. Ela lembrou que a violência sexual – sob qualquer forma de violência – é “simplesmente violência”.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: