Plataforma busca voluntárias para atendimento a mulheres vítimas de violência

Compartilhar:
image_pdfPDF

Aumento de casos durante a pandemia ampliou a demanda por profissionais de direito e psicologia

(Brasil de Fato | 04/12/2020 | Por Nara Lacerda)

Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2020 revelam que a violência contra a mulher cresceu durante a pandemia da covid-19. Mais de 147 mil chamadas foram registradas no 190, serviço de atendimento a vítimas, o que representa alta de 3,8%. Os casos de feminicídio subiram 1,9%. A evolução negativa do cenário foi percebida também pelas diversas redes de acolhimento que atuam no Brasil.

Uma delas, o Mapa do Acolhimento, está em busca de voluntárias em psicologia e direito para atender à busca por ajuda. A plataforma foi criada em 2016 pela rede de ativismo Nossas, impulsionada por um caso de estupro coletivo contra uma adolescente no Rio de Janeiro, que chocou o país. A ideia é conectar vítimas da violência de gênero a profissionais dispostas a ajudar.

Acesse a matéria completa no site de origem.

 

 

Compartilhar: