Por que as mulheres devem ser contra a proposta de armar a população, por Lia Bock

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Universa | 26/05/2020 | Por Lia Bock)

Durante a fatídica reunião de 22 de abril, o presidente Jair Bolsonaro bradou sobre seu assumido desejo de “armar a população“. O discurso de fundo que, para ele, justifica esse temeroso ato é a legítima defesa.

Poderíamos até pensar que, armadas, nós, mulheres, teríamos mais facilidade de nos defender de companheiros violentos e aproveitadores metidos a besta.

Mas não precisa ser nenhuma gênia para saber que isso é uma utopia quase tão distante quanto a Ilha Paraíso, aquela onde nasceu Diana, a Mulher-Maravilha. Quantas de nós se sentiram de fato seguras com uma arma (mesmo que nossa) no meio de uma discussão com um brutamontes que é o dobro do nosso tamanho e costuma ter facilidade para acessar sua raiva?

Acesse o artigo completo no site de origem.

Compartilhar: