Cronologia (e vídeos) de mortes motivadas por racismo nos EUA

1014
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(El País, 28/04/2015) Os confrontos de Baltimore devido à morte de Freddie Gay, o jovem afro-americano que morreu em 19 de abril sob custódia da polícia, causam um mal-estar crescente na população norte-americana contra a atuação das forças de segurança. Esse cenário de tensão alcançou seu momento mais violento depois da morte de Michael Brown, em Ferguson, em 9 de agosto de 2014. O jovem foi morto a tiros pelo policial Darren Wilson. Essas são algumas das mortes de norte-americanos negros causadas por agentes de polícia brancos no último ano:

Leia também: Os caminhos perigosos de Baltimore (El País, 28/04/2015)

17 de julho de 2014: Vários agentes de polícia da cidade de Nova York abordam Eric Garner, que é acusado de venda ilegal de cigarros. Depois de uma discussão, um dos policiais agarra Garner, de 43 anos, pelo pescoço para dominá-lo. Poucos minutos depois, Garner, que tinha problemas respiratórios, morre no chão. O exame médico classificou a morte como homicídio.

9 de agosto de 2014: O policial Darren Wilson, enquanto fazia a patrulha com seu veículo policial, encontra o jovem Michael Brown em Ferguson, no início da tarde. Brown, segundo informações, havia roubado cigarros em uma loja e Wilson recebeu o aviso. Depois de um confronto entre os dois, o policial dispara até 18 vezes. Seis balas atingem Brown.

22 de novembro de 2014: Timothy Loehmann, um policial de Cleveland, dispara no abdômen de Tamir Rice, de 12 anos, depois de abordá-lo num parque porque o menor carregava uma pistola falsa. Loehmann foi ao parque com outro policial em um carro de patrulha. Dispararam enquanto desciam do veículo. A arma não tinha a etiqueta laranja, que alerta que é falsa. Rice morreu um dia depois.

6 de março de 2015: O policial Matt Kenny dispara contra Tony Robinson, de 19 anos, em Madison (Wisconsin). Três balas atingem o jovem, uma delas na cabeça. O policial havia sido alertado de que Robinson estava provocando distúrbios no tráfego em uma área residencial e que havia tentado agredir duas pessoas. O agente afirmou que tentou se defender contra uma agressão de Robinson.

10 de março de 2015: O policial Robert Olsen dispara contra Anthony Hills, ex-militar de 27 anos, depois que este havia sido denunciado por caminhar pelas ruas sem roupa. O incidente ocorreu em Atlanta, no estado da Geórgia. Hills sofria de um transtorno mental e resistiu à prisão.

4 de abril de 2015: O agente de polícia Michael Slager aborda o veículo de Walter Scott, de 50 anos, em North Charleston (Carolina do Sul). Enquanto o policial comprova em seu veículo de patrulha os dados de Scott, este sai correndo, aparentemente por medo de ser preso por não pagar a pensão dos filhos. Slager o persegue. Scott continua fugindo, mas é alcançado pelo disparos do agente, que aperta o gatilho pelo menos oito vezes. Cinco balas atingem Scott e uma delas atravessa o coração.

Acesse no site de origem: Cronologia (e vídeos) de mortes motivadas por racismo nos EUA (El País, 28/04/2015) 

Compartilhar: