Para nova ministra da Igualdade Racial, desafio é político e educativo

1409
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Portal Brasil, 03/01/2015) Nilma Lino Gomes é a nova ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (SEPPIR/PR).

Nilma recebeu o cargo da ministra Luiza Bairros em cerimônia de transmissão realizada nessa sexta-feira (02), no Conselho Nacional de Educação (CNE), em Brasília (DF).

“É uma grande responsabilidade assumir a SEPPIR após as gestões anteriores e, principalmente, após a gestão de Luiza Bairros. O desafio de estar frente à Secretaria é grande, pois o racismo e a discriminação racial incidem de formas diferenciadas, expressando sua perversidade, subordinando as pessoas. Entender isso e articular com as políticas de todos os outros ministérios e órgãos de governo é um trabalho desafiador”, afirmou a nova ministra.

Sobre a pauta da Secretaria, Nilma Lino Gomes enfatizou a importância do trabalho em conjunto com outros órgãos do governo. “O desafio maior ainda é enraizar a ideia de que a promoção da igualdade racial é estruturante das políticas, e não somente transversal. Transversal é o trabalho de articulação da SEPPIR e inserir as políticas de promoção da igualdade racial como um dos eixos estruturantes da política da Estado deve ser o resultado da ação política de nossa pasta”, apontou.

Perfil

Nilma Lino Gomes é pedagoga e mestra em Educação pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), doutora em Antropologia Social pela USP (Universidade de São Paulo) e pós-doutora em Sociologia pela Universidade de Coimbra.

Integra o corpo docente da pós-graduação em educação Conhecimento e Inclusão Social -FAE/UFMG e do Mestrado Interdisciplinar em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Atualmente, é reitora Pró-Tempore da Unilab.

Acesse no site de origem: Para nova ministra da Igualdade Racial, desafio é político e educativo (Portal Brasil, 03/01/2015)

Compartilhar: