Seu estado se preocupa com as mulheres? Veja resposta aqui

3368
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Exame.com) Nem todos estados têm uma secretaria própria para a mulher ou investem de forma específica no combate à violência de gênero. Veja se a sua unidade da federação se destaca

Quando se trata da elaboração e execução de políticas públicas para mulheres, o Brasil caminha de forma desigual. As medidas implementadas na busca pela igualdade econômica, o combate à violência e a defesa dos direitos das mulheres variam bastante entre as unidades da federação.

É o que mostra a pesquisa “Perfil dos Estados Brasileiros 2013”, do IBGE, divulgada nesta semana.

O levantamento monitorou, entre outras coisas, a existência de secretarias exclusivas para gestão da política de gênero, gasto de cada estado com essa política, a existência de delegacias da mulher e, ainda, a implementação do Plano Estadual de Política para as Mulheres, uma obrigação dos estados determinada pelo plano nacional.

Segundo o IBGE, 11 das 27 unidades da federação têm secretarias exclusivas, ou seja, um órgão responsável pela formulação, coordenação e implementação de políticas para mulheres.

Pernambuco é um dos que mais se destaca. Entre os estados com um orçamento destinado à gestão da política de gênero, foi ele o que mais investiu: R$ 21,7 milhões em 2013, ou R$ 4,60 reais para cada mulher do estado.

Veja abaixo se seu estado vai bem ou mal nas informações coletadas pelo IBGE. Ao final, uma tabela mostra a quantidade de delegacias especializadas e casas-abrigo para as mulheres.

tabela-municipios-politicasmulheres_examecom_15032014

Acesse o PDF: Seu estado se preocupa com as mulheres? Veja resposta aqui (Exame.com, 15/03/2014)

Acesse no site de origem

Compartilhar: