Vítimas de violência doméstica, mulheres contam como é a convivência com o marido agressor

529
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(R7, 03/12/2015) Uma mulher, que por motivos de segurança prefere não ser identificada, revela como passou a carregar em seu corpo as “marcas da violência”. Ela tem olhos verdes profundos, mas a voz se mantém sempre trêmula de tanto medo. Em seu corpo há marcas de facadas e pauladas; em sua mente, o pânico continua, já que o marido agressor chega a ameaçá-la de morte.

— Ele me bate aqui dentro de casa, me bateu na rua, já bateu na frente de todo mundo. Os vizinhos todos sabem. Ele me empurra, ele me chuta, ele me espanca na frente de qualquer um. Ameaçou me jogar em uma cisterna aqui e todo mundo da rua sabe disso, todo mundo sabe. Ele falou: vou te matar e vou te jogar lá dentro.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Vítimas de violência doméstica, mulheres contam como é a convivência com o marido agressor (R7, 03/12/2015)

Compartilhar: