Estudantes de jornalismo contam histórias de mulheres na quarentena para falar sobre feminismo

101
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Portal Imprensa | 24/06/2020 | Por Kassia Nobre)

Baseado no livro “Sejamos Todos Feministas”, de Chimamanda Ngozi Adichie, estudantes de jornalismo da PUC-SP criaram o Projeto Alamandas para contar histórias de mulheres paulistas durante a pandemia.  “Buscamos mulheres de diferentes classes sociais, raciais e econômicas para nos relatar como está sendo o período de quarentena e qual é a sua visão de feminismo”, Camila Barros, uma das alunas que é responsável pelo projeto.

Alamandas aborda questões específicas de gênero que fazem com que mulheres, em escala internacional, sofram consequências mais severas na pandemia. A iniciativa tem o objetivo de alcançar as pessoas com visões estigmatizadas do que é o feminismo e, por meio de histórias de vida, gerar empatia e identificação.

Compartilhar: