Diretora Regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe realiza missão no Brasil, de 9 a 12/5, sobre direitos das mulheres

489
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU Mulheres, 04/05/2016) Na agenda, seminário sobre igualdade de gênero na economia, participação na 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, diálogos com indígenas, apoio à resposta do Brasil ao vírus zika e adesão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ao Movimento ElesPorElas de Solidariedade pela Igualdade de Gênero

Em sua segunda missão oficial ao Brasil, a diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe, Luiza Carvalho, realizará, de 9 a 12 de maio, compromissos em Brasília e no Rio de Janeiro sobre direitos e políticas para as mulheres. A missão será acompanhada pela representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman. Na segunda-feira (9/5), a diretora participará do Seminário Internacional “Transformar Economias, Realizar Direitos: Oportunidades e Desafios para a Igualdade de Gênero”, das 9h às 12h, no auditório da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em Brasília.

A cerimônia de abertura contará com a presença das ministras do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campelo; e das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos, Nilma Gomes; do diretor da Agência Brasileira de Cooperação, embaixador João Almino; da diretora de Formação Profissional da Escola Nacional de Administração Pública, Stela Reis; e do coordenador residente das Nações Unidas no Brasil, Niky Fabiancic. O encontro promoverá o intercâmbio de boas práticas e experiências exitosas nas políticas macroeconômicas e sociais brasileiras e internacionais, voltadas à superação da pobreza e redução das desigualdades e à promoção da inclusão social e de mecanismos que promovam direta ou indiretamente o empoderamento e a autonomia social e econômica das mulheres.

Políticas para as mulheres – No primeiro dia de compromissos em Brasília, a diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe terá audiência com a ministra das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos, Nilma Gomes, e a secretária especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, para tratar de políticas para as mulheres. Recentemente, o Brasil foi eleito para a Junta Executiva da ONU Mulheres e presidiu, em março passado, a 60ª Sessão da Comissão sobre a Situação das Mulheres, que teve foco nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Enfrentamento ao feminicídio
– Na terça-feira (10/5), a diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe se reunirá com a secretária nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Regina Miki. O órgão é parceiro da ONU Mulheres, juntamente com o Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos e o Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU, para a aplicação dasDiretrizes Nacionais sobre Feminicídio para Investigar, Processar e Julgar com Perspectiva de Gênero as Mortes Violentas de Mulheres.

Mulheres indígenas – Em seguida, Luiza Carvalho terá reunião com o grupo do projeto Vozes das Mulheres Indígenas, realizado pela ONU Mulheres Brasil com o apoio da Embaixada da Noruega, com o propósito de apoiar a incidência política. O projeto tem como objetivo identificar pauta comum de atuação política, norteando-se por cinco eixos: violação dos direitos das mulheres indígenas, empoderamento político, direito à terra e processos de retomada, direito à saúde, educação e segurança, e tradições e diálogos intergeracionais. O encontro acontecerá na Casa da ONU Brasil.

Conferência das mulheres
– Após, Luiza Carvalho participará como convidada internacional da 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, às 15h de terça-feira (10/5), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Com o tema “Mais direitos, participação e poder para as mulheres”, a 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres mobilizou os 26 Estados brasileiros e o Distrito Federal. As etapas preparatórias, realizadas de junho de 2015 a abril de 2016, reuniram mais de 120 mil pessoas em torno dos debates de avanços e desafios das políticas públicas voltadas às mulheres.

No último compromisso em Brasília, na quarta-feira (11/5), a diretora da ONU Mulheres para Américas e Caribe visitará a Sala de Situação Zika, na Organização Panamericana de Saúde/Organização Mundial da Saúde. O encontro terá a presença dos representantes da OPAS, Joaquim Molina, do Fundo de População da ONU (UNFPA), Jaime Nadal, e da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, para discutir as respostas das Nações Unidas em favor dos direitos das mulheres à saúde no contexto das doenças provocadas pelo aedes aegypti, especialmente vírus zika.

#ElesPorElas – O último compromisso público da diretora acontecerá no o Rio de Janeiro, às 11h de quinta-feira (12/5). Será no ato de adesão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) e da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ) ao movimento global ElesPorElas em Solidariedade à Igualdade de Gênero (HeForShe), liderado pela ONU Mulheres. A cerimônia terá as presenças do desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, presidente do TJ-RJ; do desembargador Caetano Costa, diretor-geral da EMERJ, e demais representantes da justiça.

Perfil da diretora – Luiza Carvalho é diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe desde 2014. Ela iniciou a sua carreira no Sistema das Nações Unidas em 1999, no Brasil, como oficial de Programas e, posteriormente, como coordenadora da Unidade de Políticas Setoriais. Foi coordenadora residente da ONU e representante residente do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) nas Filipinas de 2012 a 2014. De 2005 a 2008, Luiza atuou como representante residente adjunta de Programa e Operações no PNUD da Venezuela e, em 2008, foi nomeada como coordenadora residente da ONU e representante residente do PNUD na Costa Rica.

Luiza é doutora em Sociologia pela Universidade de Essex (Reino Unido) e possui mestrado em Planejamento e Desenvolvimento Social pela Escola de Economia e Ciências Políticas de Londres (Reino Unido); diploma em Gestão de Políticas Públicas na Geração de Emprego pela Universidade de Campinas (Brasil); diploma em Planejamento e Gestão pela Universidade de Brasília e graduação em Administração Social.

Eventos públicos para a cobertura de imprensa

Seminário Internacional “Transformar Economias, Realizar Direitos: Oportunidades e Desafios para a Igualdade de Gênero”
Data: 9 de maio de 2016 (segunda-feira)
Horário: das 9h às 12h
Local: Auditório da Escola Nacional de Administração Pública (SAIS Área 2A, s/n) – Brasília/DF
Saiba mais aqui

Abertura da 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres
Data: 10 de maio de 2016 (terça-feira)
Horário: 15h
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães (Eixo Monumental) – Brasília/DF

Ato de adesão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) e da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ) ao movimento global ElesPorElas em Solidariedade à Igualdade de Gênero
Data: 12 de maio de 2016 (quinta-feira)
Horário: das 11h às 13h
Local: TJ-RJ (Av. Erasmo Braga, 115 – Centro) – Rio de Janeiro/RJ

Acesse no site de origem: Diretora Regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe realiza missão no Brasil, de 9 a 12/5, sobre direitos das mulheres (ONU Mulheres, 04/05/2016)

Compartilhar: