28/09/2010 – Dilma cai e Marina sobe no eleitorado feminino (Folha)

854
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S.Paulo) A última pesquisa Datafolha mostra que a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, perdeu pontos nas intenções de voto e sua vitória no 1º turno das eleições em 3 de outubro está agora dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

datafolha280910_intencaodevoto600
Fonte: Datafolha/Folha de S.Paulo; ilustração: Gustavo Duarte.

Segundo o Datafolha, nos últimos cinco dias, Dilma Rousseff perdeu três pontos percentuais entre os votos válidos, recuando de 54% para 51% (ela precisa de 50% mais um voto para ser eleita já no 1º turno). Como a margem de erro da pesquisa é de dois pp, para mais ou para menos, Dilma pode ter de 49% a 53%.

O candidato do PSDB José Serra apenas oscilou positivamente, de 31% para 32% dos votos válidos. Marina Silva, candidata do PV, também oscilou positivamente dentro da margem de erro, passando de 14% para 16%.
datafolha280910_porsexo300

Dilma caiu em todos os estratos pesquisados – por sexo, região, renda, escolaridade e idade.

A queda de Dilma entre as mulheres foi de 5 pp, passando de 47% para 42%.
O instituto Datafolha aponta que, em pouco mais de 30 dias, Marina Silva cresceu seis pontos entre as mulheres. 

(Globo.com) Após a divulgação da pesquisa Datafolha realizada em 27 de setembro, a reportagem do site do Globo procurou especialistas para comentar os últimos dados do levantamento, que indicam possibilidade de um segundo turno nestas eleiçoes presidenciais.

A socióloga Fátima Pacheco Jordão, especialista em pesquisas de opinião, comentou a construção e o movimento do voto das eleitoras:

“Para ela [Fátima Jordão], há uma questão de gênero envolvida na mudança mostrada pelo Datafolha. Movimento que acabou não mexendo com Serra, ‘ironicamente’, segundo ela, o maior beneficiado devido à possibilidade de segundo turno.

Eleitores e eleitoras do país têm uma percepção de que mulheres devem estar na política, argumentou a socióloga, por isso o crescimento de Marina após as denúncias contra Dilma. Além disso, ‘parte da Dilma que caiu foi para indecisos’, disse.

‘Isso significa que também está nas mãos das mulheres. Na eleição passada, as mulheres definiram o segundo turno’, argumentou, acrescentando que 60 por cento dos indecisos são mulheres.”

Leia também: Marina crê que brasileiros vão levar duas mulheres ao segundo turno (Portal iG – 25/09/2010)

Acesse essas matérias na íntegra:
Vantagem de Dilma sobre rivais cai para 2 pontos e aumenta chance de 2 turno (Folha de S.Paulo – 28/09/2010)
Estacionado, Serra tem de torcer para Marina crescer em faixas fiéis a Lula (Folha de S.Paulo – 28/09/2010)
Queda de Dilma acirra disputa; eleva chance de 2o turno (Globo.com – 28/09/2010)

Compartilhar: