Mulheres representam 52,2% dos eleitores

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Nexo, 26/07/2016) Dono do voto ficou mais velho e tem mais anos de educação formal do que em 2012, quando foram realizadas as últimas eleições municipais. Percentual de adolescentes de 16 e 17 anos com título caiu 20% no período

O dono do voto a ser depositado na urna para a escolha de prefeitos e vereadores mudou de perfil em quatro anos. Em outubro de 2016 ele será mais velho e com mais anos de educação formal do que o da última eleição municipal, em 2012.

Os números foram divulgados na segunda-feira (25) pelo Tribunal Superior Eleitoral. As tendências confirmam o momento pelo qual passa a população brasileira, de envelhecimento e aumento do percentual de pessoas com educação formal.

Há outras alterações relevantes na comparação com 2012. A participação de adolescentes de 16 a 17 anos que tiraram título de eleitor, apesar de o voto ser facultativo nessa idade, será menor. E haverá mais mulheres aptas a votar do que quatro anos antes.

O número total de eleitores subiu 4% no período, de 138,5 milhões para 144 milhões. No mesmo intervalo, a população brasileira cresceu 3,4%, de 199 milhões para 206 milhões, segundo o IBGE.

pesq.nexo-eleicoes

O eleitorado ficou mais velho desde o último pleito municipal. A participação de eleitores de 16 a 34 anos em relação ao total caiu 7,6%, enquanto o de eleitores com 35 anos ou mais aumentou 5,4%.

A tendência acompanha o envelhecimento demográfico do país. Os idosos de 65 anos ou mais representavam 7,2% da população em 2012 e hoje são 8,2%, segundo o IBGE.

O voto não é obrigatório para quem tem 16 ou 17 anos ou para os idosos com mais de 70 anos.

pesq-nexo-1

O percentual de eleitores de 16 e 17 anos em relação ao total de pessoas aptas a votar caiu 23% de 2012 para este ano.

Essa variação decorre do menor interesse dos adolescentes em tirar o título de eleitor para votar pela primeira vez. Em 2008 e 2012, nesta época do ano, 42% da população de 16 e 17 anos de idade havia retirado o documento, contra 33% hoje — queda de 20%.

pesq-nexo-2

Também aumentou o percentual de eleitores do sexo feminino. A diferença é pequena, de 51,9% para 52,2%, e confirma a tendência da série histórica da Justiça Eleitoral.

Bruno Lupion

Acesse no site de origem: Mulheres representam 52,2% dos eleitores (Nexo, 26/07/2016)

Compartilhar: