Mulher contribui com 40,9% da renda familiar

1089
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(O Estado de S. Paulo, 31/10/2014) A mulher contribui com 40,9% para a renda familiar; entre os homens, essa contribuição é de 59,1%. É a primeira vez que o IBGE divulga esse dado. Entre as mulheres de áreas rurais, a participação feminina no rendimento da família é ligeiramente maior – 42,4%. A contribuição das mulheres é mais importante na zona rural nordestina (51%). E é menor na zona rural do Centro-Oeste (26%).

Confira o estudo: Estatísticas de gênero: uma análise dos resultados do censo demográfico 2010

Leia também:
Mais escolarizadas, mulheres ainda ganham menos e têm dificuldades de subir na carreira
Mulheres jovens e negras têm mais dificuldades no mercado de trabalho
Brasil tem 38% dos lares chefiados por mulheres, diz IBGE
Três em cada dez brasileiras ainda não têm rendimento próprio, diz IBGE
Deficiências dificultam trabalho feminino

Quando o responsável pela família era branco, a parcela da contribuição feminina correspondia a 39,7%. Se o chefe da família era negro ou pardo, a contribuição da mulher foi maior: 42%. Nas famílias formadas por casais com filhos, a participação feminina também foi menor (31,7%) do que nas famílias monoparentais (70,8%), quando elas eram responsáveis pelo sustento.

O estudo do IBGE mostra ainda que na maioria dos Estados do Nordeste a contribuição feminina para o rendimento familiar era maior do que a dos homens.

No País, quanto maior a renda, menor a participação feminina no rendimento familiar. Entre os mais pobres (até meio salário mínimo per capita), essa participação foi de 45%. Já entre aqueles que ganhavam mais de dois salários mínimos per capita, a contribuição foi de 39,1%.

Clarissa Thomé 

Acesse o PDF: Mulher contribui com 40,9% da renda familiar (O Estado de S. Paulo, 31/10/2014)

Compartilhar: