Argentinos fazem manifestações contra assassinatos de mulheres

740
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S. Paulo, 29/05/2015) Quinze assassinatos de mulheres foram noticiados em menos de três meses em jornais da Argentina, ou um a cada seis dias. Os casos se tornaram tão frequentes que mobilizaram a opinião pública argentina. Artistas, movimentos feministas e entidades de direitos humanos preparam uma manifestação contra a violência de gênero, marcada para 3 de junho com o slogan #niunamenos [nem uma menos]. Além de uma marcha na capital, são organizados protestos nas províncias de Neuquém, Rio Negro e Chaco.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Argentinos fazem manifestações contra assassinatos de mulheres (Folha de S. Paulo, 29/05/2015)

Compartilhar: