Casa Abrigo para mulheres vítimas de violência doméstica vai atender 8 cidades do Oeste Paulista

Compartilhar:
image_pdfPDF

Martinópolis, Narandiba, Presidente Bernardes, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Rancharia, Regente Feijó e Taciba integram o projeto, previsto para novembro.

(G1 | 23/09/2020 | Por Paula Sieplin)

Na manhã desta quarta-feira (23), representantes da Defensoria Pública, o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Consórcio Intermunicipal do Oeste Paulista (Ciop), municípios da região, além de organizações não-governamentais, se reuniram em assembleia para definir a implantação de uma Casa Abrigo que vai atender a região de Presidente Prudente. A reunião foi no Centro Cultural Matarazzo.
A Casa Abrigo vai ser instalada em Presidente Prudente e será voltada para mulheres vítimas de violência e para crianças e adolescentes, filhos destas mulheres. O objetivo é atender oito cidades do Oeste Paulista: MartinópolisNarandibaPresidente BernardesPresidente Epitácio, Presidente Prudente, RanchariaRegente Feijó e Taciba.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: