Lei Maria da Penha: Prisões em flagrante aumentam 13%

Compartilhar:
image_pdfPDF

Capacitação de profissionais da segurança pública faz parte da lista de ações na prevenção e enfrentamento da violência contra a mulher

(Correio Braziliense | 05/08/2020 | Ana Maria da Silva)

Segundo o secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres, os dados mostram que, mesmo diante da pandemia, o trabalho policial não parou ou diminuiu. ;As medidas necessárias e adaptadas ao novo cenário permitiram o trabalho efetivo das forças de segurança, mostrando a excelência de nossos policiais;, avalia.Torres afirma que no início do isolamento, havia receio por parte das autoridades em relação à notificação desses casos.Com o isolamento social, as vítimas estariam por mais tempo com seus agressores, o que dificultaria a denúncia, conforme explica Torres. De acordo com o secretário, as denúncias por meio do telefone 197 e acionamentos pelo 190 em casos de emergência permaneceram funcionando de forma eficiente. ;As polícias se adaptaram ao período para atender a população. Houve a publicação da lei que obriga síndicos de prédios e condomínios a formalizar denúncias de violência doméstica, por exemplo;, diz.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: