Projeto quer suspender posse, porte e registro de armas a acusados de violência contra a mulher

Compartilhar:
image_pdfPDF
Foi protocolado ontem na Câmara dos Deputados projeto que visa diminuir a violência contra a mulher durante a pandemia da Covid-19. Estabelece a suspensão temporária de posse, porte e registro de armas de fogo a denunciados, inquiridos e réus em processo de violência doméstica e feminicídio, a fim de reduzir os impactos da quarentena na vida das mulheres. A sugestão é assinada pelas deputadas Talíra Petrone, do Psol, e Benedita da Silva, do PT.

Na justificativa do PL, as deputadas destacam que o Brasil é o 5º país em número de feminicídios no mundo. Dados do Ligue 180 divulgados pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH) apontam aumento de 18% nas denúncias recebidas entre os dias 17 e 25 de março – período em que políticas de isolamento foram intensificadas no País – comparado aos dias 1 e 16 do mesmo mês.

Por Nelson Lima Neto
Compartilhar: