Especialistas comentam a vitória de Dilma Rousseff, a primeira mulher presidente do Brasil (APG)

867
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Agência Patrícia Galvão) Especialistas procurados pela Agência Patrícia Galvão comentam a eleição de Dilma Rousseff, a primeira mulher presidente da República do Brasil, e em especial o significado -simbólico, político e real- do compromisso assumido em seu primeiro pronunciamento como presidente eleita: “honrar as mulheres brasileiras”.

Leia os comentários de: Maria Amélia Teles, Albertina Costa, Sueli Carneiro, Guacira Cesar de Oliveira, Jurema Werneck, Eleonora Menicucci, Teresa Sacchet, José Eustáquio Diniz Alves e Clara Araújo [clique nos links coloridos para acessar na íntegra].

amelinhateles
Por um Ministério das Mulheres
“Transformar, de fato, a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) em Ministério das Mulheres, com estrutura e orçamento capazes de enfrentar questões prioritárias como a erradicação da pobreza e a violência de gênero.”
Maria Amélia Teles, ativista de Direitos Humanos e coordenadora da ONG União de Mulheres de São Paulo


albertinacosta

Mulheres no primeiro escalão
“O princípio de igualdade de oportunidades deveria começar a valer desde a composição da equipe de transição.”
Albertina Costa, socióloga, pesquisadora sênior da Fundação Carlos Chagas e integrante do CNDM (Conselho Nacional dos Direitos da Mulher) 

sueli

Preconceito e discriminação
“De onde vem a força dessa mulher? Talvez da própria condição de ser mulher, brasileira!”
Sueli Carneiro, filósofa, pesquisadora e educadora do Geledés – Instituto da Mulher Negra

guacira_oliveira
Ao prometer honrar as mulheres, Dilma coloca um desafio enorme para o seu mandato

“Ela não aceitará como algo natural a sub-representação das mulheres no sistema político”
Guacira Cesar de Oliveira, socióloga, é diretora do Cfemea (Centro Feminista de Estudos e Assessoria)

juremawerneckUma indicação de reposicionamento e um desejo de alinhamento
“Este alinhamento assinala também seu reconhecimento das condições desiguais que se interpõem e que poderão se colocar como entrave ao seu pleno exercício da Presidência. E que conta conosco – todas as mulheres – para minorar estes entraves através do suporte político.”
Jurema Werneck, médica e coordenadora-geral da ONG Criola 

eleonora
Barreiras rompidas

”Eu, como amiga e ex-companheira de prisão, atesto sua preocupação com a desigualdade de oportunidades e de acesso entre os gêneros tanto quanto com a desigualdade social.”
Eleonora Menicucci, socióloga e professora do Departamento de Medicina Preventiva da Unifesp


teresasacchet_clebergomes_an
Igualdade de oportunidades
“Dilma Rousseff convoca a sociedade a rever padrões culturais e a se engajar na mudança das relações de gênero.”
Teresa Sacchet, cientista política e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas da USP


eustaquio
Dimensão internacional
“O Brasil ganha dimensão internacional e passa a ser um dos 17 países que atualmente possuem mulher no topo da hierarquia do Poder Executivo.”
José Eustáquio Diniz Alves, demógrafo e professor da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE 


claraaraujo130Jogo político
“Tenho dúvidas de que, se fosse um homem, tais estratégias teriam assumido as características que assumiram: a de defini-la como incapaz, carente de opiniões e de projetos políticos próprios; ou, ao contrário, se tinha opiniões e as expressava, estas tendiam a ser definidas como autoritárias. ”
Clara Araújo, socióloga e pesquisadora do Departamento de Ciências Sociais da UERJ

 

Compartilhar: