De olho nas creches: cobrança por mais unidades terá efeito sobre as eleições de 2012?

1411
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Agência Patrícia Galvão, 05/06/2012) Serviço de primeira necessidade para a população e antiga reivindicação dos movimentos de mulheres e pelo direito à educação, as creches e pré-escolas há muito têm sido relegadas a segundo plano no que diz respeito às políticas públicas e à cobertura da imprensa.

Porém, nas últimas semanas, tem sido observado um movimento em direção a esse importante equipamento, que deve atender crianças de 0 a 5 anos e dar apoio a mães, pais e demais familiares. Já no início de 2012, passado mais de um ano de governo da presidenta Dilma Rousseff, a imprensa tem lembrado de sua promessa de campanha de construir e equipar 6.427 creches e pré-escolas até o fim do seu mandato, em 2014.

Cobrado, o governo federal promete recuperar o tempo perdido:

 

 

construcao

O Ministério da Educação anunciou ontem que criou uma força-tarefa para, em 60 dias, ajudar as prefeituras a acelerarem a construção de creches e pré-escolas financiadas pelo ProInfância em todo o país. A ideia da força-tarefa é fazer um levantamento das pendências do programa, que prevê a construção de 8,9 mil unidades até o fim de 2014

Pesquisa de opinião realizada em parceria do Instituto Patrícia Galvão e da Ipsos revela que a sociedade brasileira considera que a creche é igualmente importante para mães e crianças:

criancasemcreche
Pesquisa de opinião realizada em parceria do Instituto Patrícia Galvão e da Ipsos revela também que a sociedade brasileira considera que a creche é igualmente importante para mães e crianças. Entre os três níveis de Governo, a maioria dos entrevistados acha que essa responsabilidade cabe à Prefeitura, conforme dispõe a Lei
De acordo com os dados de pesquisa realizada pelo Instituto Patrícia Galvão em parceria com a Ipsos, 42% das pessoas ouvidas consideram que o cuidado das crianças é dever do Estado e 47% acham que se trata de uma missão da mãe e da família. A maioria dos entrevistados pensa que são as prefeituras – com diz a lei – que devem cuidar do atendimento
Ouça o áudio da Rádio MEC 

Em 2012, com a proximidade das eleições municipais, em que se evidenciam as responsabilidades das prefeituras sobre os serviços de atendimento aos cidadãos, como a educação infantil, que é responsabilidade direta das prefeituras (Emenda Constitucional nº 14, de 12/09/1996), deve aumentar ainda mais o interesse pelo assunto e a pressão e cobrança sobre os governos municipais.

Leia também:
Creche é serviço essencial e não pode fechar nas férias
11/02/2012 – Cidades do Sudeste investem mais em creche
19/01/2012 – Dilma quer distribuição de merenda nas creches nos fins de semana

06/01/2012 – Novo modelo une creche e pré-escola em São Paulo
09/12/2011 – Creches devem abrir nas férias, determina CNE
30/11/2011 – Prefeitura de São Paulo estuda criar ‘cota’ na fila da creche para crianças mais pobres
12/11/2011 – Mães acampam na fila para garantir vaga em creche; em SP espera bate recorde
23/10/2011 – Creche de qualidade reduz desigualdades

Sugestão de fontes para entrevista:

Arlene Martinez Ricoldi – pesquisadora da Fundação Carlos Chagas e presidente da União de Mulheres de São Paulo
(11) 3723.3000 / 9411.2007 – [email protected] Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Denise Carreiraintegrante da ONG Ação Educativa e coordenadora da Campanha Nacional pelo Direito à Educação
(11) 3151.2333 / 9606.4309 [email protected] Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Eliana Maria Bahia Bhering – psicóloga e pesquisadora da Fundação Carlos Chagas
(11) 3723.3106 – 8639.1295 [email protected] Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

Maria Malta Campos – pedagoga e pesquisadora da Fundação Carlos Chagas
(11) 3723.3106 – [email protected] Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Salomão Ximenes – advogado e integrante da ONG Ação Educativa e do movimento Creche para Todos
(11) 3151.2333 – [email protected] Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Sirlei Márcia de Oliveira – socióloga e coordenadora executiva da Escola Dieese de Ciências do Trabalho
(11) 3874.5377 – [email protected] Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Compartilhar: